Vitória-ES, cultrevboa    face




  tonpq           ANTONIO TAVARES SUCUPIRA - Vila Velha - ES
Engenheiro, poeta e trovador, foi delegado da UBT em Vila Velha - ES e participante de antologias.

CANÇÃO DO EXÍLIO

(longos anos trabalhando/residindo em outras cidades)                                                      

 

Todos cantam sua Terra

e eu vou beber à minha...

 
       
                         Vila Velha tem cerveja,
                         pescadinha e peroá,
                         os peixes que aqui são fritos,
                         não são fritos como lá.
 
                         Qualquer “barzim” tem moqueca,
                         camarão: no Stragalar;
                         no Assis tem caranguejo,
                         seu Vadinho* tem vatapá.
 
                         Eu me lembro toda noite,
                         Da Prainha do Inhoá,
                         Sururu de Itapoã,
                         Eu sei que igual não há.
 
                         Minha terra tem botecos,
                         que tais não encontro eu cá,
                         Itaparica tem coco,
                         batidinha e peroá,
                         no Jucu tem “Madalena”,
                         e eu passo a noite a bailar.
                               
 
                         Não permita Deus que eu morra,
                         sem que eu volte para lá,
                         para comer peixinho frito,
                         com a gelada a ladear,
                         na linda Praia da Costa,
                         onde Deus criou o mar...
                                                                     
 
Antônio Tavares Sucupira
           10/01/2012

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




CONCEITO HUMANO
(aos que finalmente entenderam que não há o que entender...)
 
É isso.
Nesse vagar insano,
tudo não passa de puro,
conceito humano.
Trabalhar, amar, odiar;
e cai o pano,
rico ou pobre, vira defunto;
conceito humano.
Felicidade, um ledo engano,
pura ilusão que também  é
conceito humano.
Um erro crasso, errar ou acertar,
saber ou não saber,
bom ou mau,
retórica do cotidiano...
verdade, mentira,
você delira...
conceito humano.
Falar, ouvir, sentir,
ver ou não ver,
não há engano:
retirem os órgãos e
tudo acaba,
acaba?
conceito humano.
Ateu, pagão, cristão,
política ou religião,
pobre paroquiano,
ainda não entendeu?
não percebeu?
conceito humano.
E mesmo assim,
a essa vida,
nos apegamos e
oramos a um Deus no qual
acreditamos...
e esse Deus,
Oh! meu Deus!!!!!!
Conceito Humano.
 
Antônio Tavares Sucupira
13/01/2014
 

Gentileza é amor
 

  • Seu Vadinho do restaurante Recanto Baiano

____________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

LIBERDADE (Pátria Amada, Brasil)

 

Desceu daquela favela,

Uma cachaça na goela,

Num desvario exangue.

 

Negro, pobre, favelado,

Sem teto, desempregado,

Nariz derramando sangue.

 

Filho desta pátria amada,

Mãe de prole abandonada,

Dos tempos da servidão.

 

Desceu daquela favela

E sem nenhuma emoção,

Morreu no meio do asfalto,

Sua alma planou bem alto,

Livre da escravidão.

 

Antônio Tavares Sucupira     

05/2009




OUTLIER


 

Não sei quem sou ou o que faço,

Durmo, bebo, como,

Beijo e abraço

De maneira frugal,

sou mesmo ábsono

E multimodal.

Um intervalo de não confiança

Perdido na estrada,

Totalmente excluído da análise,

Multivariada.

Sem desvio-padrão ou variância

Que me inclua

No espaço amostral,

Eliminado no teste de significância

Descartado da população

Multinomial.

Um OUTLIER desfragmentado,

estranho, extremo, aberrante,

Um caso mal diagnosticado,

Uma observação contaminante,

Discordante, dissonante.

Um ser insano

Não militante do convencionado,

Conceito humano.

Uma hipótese nula e

Não probabilística,

Recusada em todos os conceitos

De inferência estatística.

Que mergulhou por si mesmo

Em um abismo abissal,

Determinado a vagar a esmo

Cada vez mais afastado,

Da curva normal...

 

Antônio Tavares Sucupira

16/06/2010